quarta-feira, 2 de março de 2016

Mitos e verdade sobre doação de leite materno


:: Pode ser doado qualquer pote desde que ele seja de vidro?
>> Mito: o pote correto e aceito para doação é o de vidro com tampa plástica em que a vedação é feita em forma de rosca. O recipiente é muito parecido com os de maionese vendidos antigamente. Os vidros com tampa de metal, como os de milho e azeitona, por exemplo, não podem ser doados porque acumulam ferrugem e não podem armazenar o leite.
:: Existe um tamanho mínimo de pote para ser doado?
>> Verdade: quase todos os tamanhos de potes são aceitos, mas é recomendável que ele tenha capacidade de pelo menos 200 mililitros. Um pote menor que 200 ml não pode ser aproveitado devido a capacidade pequena.
:: Só posso doar potes de vidro cilíndricos?
>> Mito: o formato do pote não interfere no armazenamento. Os bancos de leite aceitam qualquer formato de pote: quadrados, cilíndricos, com curvaturas. A única exigência é que seja de vidro com tampa de plástico.
:: Antes de doar o pote, preciso esterilizar o vidro?
>> Mito: não é exigido nenhum tipo de limpeza cautelosa com o pote. Após a doação, os vidros são encaminhados ao Centro de Material Esterelizado (CME) que faz uma limpeza minuciosa para matar todas as bactérias. Do CME, os potes são encaminhados aos bancos de leite.
 
Todos podem ajudar! Doem potes de vidro com tampa plástica.
Quem puder, traga ao Sofia - Rua Antônio Bandeira, 1.060, Tupi - ou ligue para o nosso Lactário, 31. 3408-2256.

SOCIAL MEDIA

MARCADORES