domingo, 3 de abril de 2016

Você já pensou em ser doador de sangue?




Em uma única doação de sangue é possível salvar até quatro vidas. Segundo dados do Ministério da Saúde, 1,9% dos brasileiros doa sangue regularmente. Vamos ajudar a subir esse número? Procure o hemocentro mais próximo da sua casa: http://www.prosangue.sp.gov.br/hemocentros/?Idioma=pt-BR

Amigos criam vídeo pedindo ajuda para jovem que luta contra o câncer



Um vídeo que está circulando nas redes sociais tem sensibilizado internautas. Três rapazes se uniram para gravar um pedido de ajuda para a amiga deles, de 19 anos. Laisla Fernanda Diogo foi diagnosticada no início de março com um tumor no cérebro e precisa fazer uma cirurgia. A família ainda não sabe o valor do procedimento, mas conta com doações para manter o tratamento da menina.



A luta de Laisla começou há seis anos quando foi diagnosticada com linfoma – é um câncer que começa nas células do sistema linfático. De lá para cá foram muitas as batalhas. Foram dois anos de tratamento em Barretos. Após este período a doença voltou. Ela deu sequência no tratamento com o suporte da Associação de Combate ao Câncer do Centro Oeste (Acccom), no Hospital do Câncer, em Divinópolis.

“Mas, os médicos que já a acompanhavam desde o início do tratamento saíram de lá [Hospital do Câncer]. Então para não interrompermos o tratamento e começar com outros médicos resolvemos dar sequência pela Unimed”, conta a mãe da menina, Durvalina Regina Diogo.

Em seis anos foram muitos os procedimentos. Num deles ela precisou do transplante de medula óssea. Entretanto, quando já havia encontrado um doador, ela teve reação forte à quimioterapia e precisou ficar em coma induzido. A jovem ficou 45 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e dois meses internada no hospital e perdeu os movimentos das pernas.




Doações
De lá pra cá os custos foram aumentando e a renda da família, que mora no bairro Serra Verde, em Divinópolis, já não é suficiente para suprir todo o valor.
“Todos os meses chegam contas novas e a gente acabou se enrolando”, afirma Dona Durvalina.
Com a mobilização dos amigos, a família espera ter condições de arcar com a cirurgia de Laisla e vencer a doença.
Quem quiser ajudar pode efetuar o depósito na Caixa Econômica Federal (CEF): Agência 0113 – Operação 13 – Conta 59353-9 (Durvalina Regina Diogo).
Os telefones para contato são: (37) 9 8818-1845 ou 3215-8208.
Uma página também foi criada no Facebook com mais informações.



SOCIAL MEDIA

MARCADORES