quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Família de Pablo luta para encontrar um doador

                                           (Foto: reprodução/Facebook)

Com apenas cinco anos de idade, Pablo Guilherme Aníbal Silva enfrenta a leucemia e precisa com urgência encontrar um doador de medula óssea compatível. Internado no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, a família de Pablo tem mobilizado uma campanha para tentar encontrar doadores.
O menino, que luta contra a doença desde os dois anos, mora no município de Marituba, região metropolitana de Belém. E após uma crise causada pela leucemia há seis meses, foi definida a urgência de um transplante para salvar a vida de Pablo.
Desde então, amigos e familiares tem buscado incansavelmente mobilizar a sociedade para a importância da doação de sangue.
Gleber Ferreira, pai de Pablo, acredita que a falta de conhecimento faz com que muita gente deixa de doar.
"Começamos a campanha, mas mesmo assim as doações ainda estão baixas. Existe muita falta de conhecimento por parte da população. Muitos pensam que doar medula é um processo complicado, mas basta doar 5ml de sangue, são apenas alguns minutos que podem fazer toda a diferença", explica Gleber.

ONDE E COMO DOAR

As doações para o menino Pablo Silva devem ser feitas no Hemopa, na Travessa Padre Eutíquio, bairro da Batista Campos. Os interessados devem informar o nome completo do garoto e o hospital onde está internado.
Para se tornar um doador de medula, o primeiro passo é realizar o cadastro no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome). É necessário ter entre 18 e 54 anos e preencher um formulário no local.
"Todo aquele que se disponibilizar a doar, deve ter a plena a consciência de que está salvando vidas. Doação de medula não serve apenas para leucemia, mas para várias doenças. Peço a todos que puderem doar, que ajudem meu filho e outras pessoas que também estão precisando neste momento", finaliza Gleber.
(DOL)

Um comentário:

SOCIAL MEDIA

MARCADORES