sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

A vida pulsa: Após quase dois anos de luta, a YouTuber Lorena, do Careca TV, está curada do câncer - viva a vida

Notícia foi publicada pela própria Lorena em sua página no Facebook e curtida por mais de 160 mil pessoas


Lorena Reginato, do Careca TV
Foto: Reprodução/Careca TV

video


Foram quase 2 anos difíceis, perdi muitas veias e muitos amigos, mas ganhei também ganhei amizades que nunca serão desfeitas ganhei uma nova vida... Mais hoje eu posso dizer: EU ESTOU CURADAAAA 😃

Agradeço á todos os médicos, á vocês que me ajudaram dando mensagens de apoio ou orando e a Deus claro!  


Relato de Sandra Franco Rodrigues, doadora de medula óssea



Vale mesmo muito a pena ajudar o próximo


Testemunho de Sandra Franco Rodrigues, Dadora de Medula óssea
"Foi a 20 de Maio de 2008 que doei as minhas células a um doente Inglês com Leucemia!
Tudo começou com a doação de uma pequena amostra de sangue na Oracle e em Abril de 2008 recebi uma chamada, num domingo do Centro de Transplante de Medula para saber se estava disponível para doar MEDULA, para uma pessoa compatível que vive em Londres e que necessitava de um transplante.
Como hoje é feriado vou contar-vos a minha experiência, esperando motivar alguns a ser dadores, para quem sabe, um dia poderem ajudar a SALVAR UMA VIDA!!!
I etapa foi ir ao Centro e fazer análises ao sangue verificar que estava tudo bem comigo e analisar a percentagem de compatibilidade existente nas minhas células, confirmando-se a compatibilidade com o doente;
II etapa ir ao Inst. Português de Oncologia, fazer mais análises ao sangue, Análises à urina, RX Tórax, ECG e consulta médica, com um médico excepcional Dr. Ernesto Fernandez, bem como toda a equipa de profissionais que lá trabalham (5 * * * * *), o médico explicou-me todo o processo, teria que durante 4 dias apanhar uma injecção por dia para estimular e criar mais células no meu organismo;
III etapa nos dias 16, 17, 18 e 19 de Maio fui ao Centro de Saúde apanhar uma injecção na barriga, os sintomas após a toma seriam dores no corpo, febre baixa, sensação de gripe e dores nos ossos e cabeça -> tudo se confirmou, a vontade de ajudar era tanta que tudo foi superado;
IV etapa estar internada no IPO para fazer a doação, muita higiene, rigor e uma atenção muito especial por parte da equipa, lá estavam 3 enfermeiras e 1 médico, lava mãos, veste bata e preparação do material era muito mais "à frente" e mais rigorosa do que quando tive os meus ricos filhotes, mas tínhamos que manter a calma e assim foi, como as minhas veias dos braços não são grande coisa pelos vistos e muitas vezes a meio do processo rebentam, colocaram-me um cateter na virilha, foi a parte mais estranha, ficando a partir daí ansiosa pela retirado do mesmo...
-> 10:30 estava ligada e estava na etapa final, pensava eu, ás 12:30 o
médico falou comigo, havia necessidade de se recolher mais células pois o senhor a quem iria doar é grande e como tal eram necessárias mais células, assim continuei a minha doação até ás 15:30;
-> 16h o Médico diz-me que as células iriam para análise para se saber
se eram suficientes ou seria necessário doar mais... uffff;
-> 17:30 fique a saber que tinha doado mais células do que as
necessário, o que era óptimo para o caso do doente necessitar de um reforço um tempo após o transplante, fiquei a repousar para que os meus níveis fossem repostos e às 18:30, o Médico confirmou-me que as minhas análises estavam com os níveis normais.
-> fiquei a repousar e às 21h foi-me retirado o cateter... e saí com a
Médica do Centro de Transplante, para regressar a casa.
No final de tudo a minha análise a este processo vale mesmo muito a pena ajudar o próximo e sinto-me bem por ter conseguido superar esta prova e ajudar a SALVAR UMA VIDA, o meu DESEJO MAIOR é saber se consegui AJUDAR realmente..."
11 de Fevereiro de 2011, testemunho de Sandra Franco Rodrigues 

Fonte: APCL

SOCIAL MEDIA

MARCADORES