sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Taubaté Shopping recebe exposição para mostra a importância da doação de sangue

No Vermelho” é composta por peças com temas livres, mas sempre na cor vemelha, para chamar atenção para a causa 
Doar sangue é uma atitude simples e de extrema importância que deve ser sempre reforçada na cabeça das pessoas. Por isso, este será o tema da mostra que estará no Taubaté Shopping de 2 a 28 de de fevereiro, na Alameda Cultural em frente à Livraria Leitura. Com obras de 16 artistas, “No Vermelho” traz peças que remetem ao sangue e a toda a ideia de vida existente graças a ele, lembrando a quem passar pela exposição que as doações salvam vidas. 
Fevereiro é um dos meses em que os bancos de sangue ficam com seus estoque mais reduzidos por conta das férias e feriados Neste período, é preciso que as mobilizações em prol das doações sejam ainda maiores. Por isso, nesta sexta (3), das 11h às 15h, será realizada uma ação de conscietização em parceria com o Hemonúcleo de Taubaté. Sônia Andrade, assistente social da insituição, estará no espaço para tirar dúvidas, conversar e mostrar aos visitantes a importância da doação de sangue. “Todos podem escolher o momento mais adequado de suas vidas para ir até o Hemonúcleo fazer suas doações. Mas, para isso, é necessário que as pessoas conheçam com antecedência as regras, entendam a importância do ato e quando podem contribuir”, explica. 
Segundo o curador de artes e também presidente da ABAPC (Associação Brasileira dos Artistas Plásticos Contemporâneos), Robert Richard, sempre é possível associar arte a uma causa social. “É comum pensar em doações durante datas específicas, mas os hemonúcleos estão sempre precisando de sangue, é algo constante. Trazer as peças em uma data próxima ao Carnaval é um jeito de mostrar que as doações são necessárias em todos os momentos”, afirma o curador. 
Como doar no Hemonúcleo de Taubaté
O Hemonúcleo de Taubaté funciona de segunda a sexta, das 8h às 13h. Em fevereiro, funcionará ainda em um sábado, dia 18, das 8h às 12h, para atender aqueles que não conseguem ir durante a semana. O local também estará recebendo doações durante o Carnaval, nos dias 27 e 28, das 8h às 12h. Para doar, são necessários requisitos como:
  • Portar documento oficial e original de identidade com foto e dentro do prazo de validade (RG, Carteira Profissional, Carteira de Habilitação);
  • Ter entre 16 e 69 anos de idade* (sendo que a primeira doação deve ter sido feita até 60 anos);
  • Pesar acima de 50 Kg;
  • Estar em boas condições de saúde;
  • Estar alimentado, porém evitar refeições pesadas (gordurosas) nas 3 horas que atecedem a doação;
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
  • Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas. 
Taubaté Shopping
Com uma área construída de mais de 42 mil metros quadrados e um público mensal de mais 1 milhão de pessoas, o Taubaté Shopping está há 27 anos na região e gera cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos. Sua infraestrutura inclui 200 lojas satélites, nove lojas âncoras, três megalojas, cinco salas de cinema da rede Moviecom (três delas com tecnologia Moviecom X), boliche, a mais completa praça de alimentação da região, supermercado, academia, faculdade e mais de mil vagas de estacionamento. Inaugurado em 9 de novembro de 1989, o empreendimento é administrado pela AD Shopping. 
Sobre a AD Shopping
A AD Shopping, maior administradora independente de shopping centers do País, está presente em todas as regiões brasileiras. Seu portfólio é composto por empreendimentos de diversos formatos, localizados tanto em capitais quanto no interior. São 26 anos de experiência em planejamento, comercialização e gestão de shopping centers.  Visite: www.adshopping.com.br.
Foto: Divulgação




http://jornaljoseensenews.com.br/portal/taubate-shopping-recebe-exposicao-para-mostar-a-importancia-da-doacao-de-sangue/

Hospital Municipal Miguel Couto promove campanha de doação de sangue

Ação será nesta sexta-feira, dia 3, das 10 às 15h, no saguão da unidade 



O Hospital Municipal Miguel Couto, gávea, zona sul do Rio, realiza, nesta sexta-feira (3), uma campanha de doação de sangue. De acordo com a SMS (Secretaria Municipal de Saúde), a ação, em parceria com o Hemorio, acontece das 10h às 15h e tem por objetivo aumentar os estoques de sangue da unidade, necessários para o atendimento de pacientes, especialmente os da emergência, como acidentados e baleados.
O posto de coleta funcionará no saguão do antigo atendimento pediátrico, com entrada pela rua Bartolomeu Mitre. Segundo orientações da SMS, podem doar sague pessoas entre 16 e 69 anos e com mais de 50kg. Não é preciso estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos até três horas antes da doação. Na hora da coleta, é necessário apresentar um documento de identidade com foto.
A coleta dura no máximo 10 minutos e é feita por profissionais treinados do Hemorio. Todo o material utilizado é estéril e descartável. Não há risco de contrair doenças doando sangue. Após a doação, o voluntário recebe um lanche e informações sobre os cuidados básicos que devem ser tomados nas primeiras horas.
Fonte: http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/hospital-municipal-miguel-couto-promove-campanha-de-doacao-de-sangue-03022017?utm_source=dlvr.it&utm_medium=twitter

Síndrome Mielodisplásica (Mielodisplasia) - SMD


Antes de explicar a mielodisplasia, também chamada por síndrome mielodisplásica, é muito importante ter em mente o que é e como funciona a medula óssea. E você já vai saber o porquê!
A medula óssea é a responsável pela fabricação dos componentes do sangue: glóbulos vermelhos, encarregados pela oxigenação do organismo; glóbulos brancos, que defendem o corpo das infecções; e as plaquetas, que evitam hemorragias. As células-tronco é que dão origem a estes componentes.
Quando o organismo está trabalhando normalmente, as células nascem, amadurecem e são lançadas na corrente sanguínea somente quando já estão maduras (adultas), e aptas para desempenhar as funções citadas.
Mas quando as células começam a apresentar problemas na produção e amadurecimento, a mielodisplasia surge. Com isso, a medula óssea pode ficar superpovoada de células jovens, conhecidas como blastos, que são incapazes de exercerem corretamente suas funções, comprometendo a produção de células saudáveis.
É importante dizer que a mielodisplasia refere-se a um grupo de doenças, divididas em sete categorias pela Organização Mundial de Saúde (OMS). São eles:
· Citopenia Refratária com Displasia Unilinhagem (CRDU)
· Anemia Refratária com Sideroblastos em Anel (ARSA)
· Citopenia Refratária com Displasia Múltipla (CRDM)
· Anemia Refratária com Excesso de Blastos-1 (AREB-1)
· Anemia Refratária com Excesso de Blastos-2 (AREB-2)
· Síndrome Mielodisplásica não Classificada (SMD-U)
· Síndrome Mielodisplásica Associada à Deleção Isolada do braço longo de Cromossomo 5
Ela também pode ser classificada em primária e secundária. A mielodisplasia primária é aquela que não se sabe o motivo para as modificações nas células da medula, e corresponde a maior parte dos casos. Já a secundária é aquela que o paciente já passou por um tratamento com quimioterapia ou radiação, por exemplo, e acaba desenvolvendo a doença por este motivo em específico.
Além disso, em alguns casos, a doença pode evoluir para uma leucemia mieloide aguda, quando a medula para completamente de produzir células saudáveis.
Ainda não se sabe os reais motivos para o seu surgimento, mas esta não é uma doença hereditária. A mielodisplasia é mais comum em pessoas acima dos 60 anos, mas também pode ser diagnosticada em crianças (ainda que seja rara nessa faixa etária).
Se você foi diagnosticado com mielodisplasia, não hesite em tirar todas as suas dúvidas com seu médico. O especialista responsável por tratar este câncer é o onco-hematologista.



ABRALE



SOCIAL MEDIA

MARCADORES